Empoderamento para Adultos com mais de 60 anos

Até quando vai continuar o preconceito e não serem devidamente considerados, com suas limitações e necessidades, pela indústria eletrônica, que não considera as dificuldades das pessoas quando elas chegam aos 60 anos, criando dispositivos praticamente impossíveis de configurar e às vezes até mesmo de utilizar todos os recursos devido a um Design cada vez mais “INTUITIVO”, ou as StartUps, que só criam aplicativos que só lidam com temas de debilidade, como aplicativos para Cuidadores, ou com alarmes e agendas para remédios;

Pelas mídias, que em sua programação, continuam apresentando nas telas o idoso ou idosa que apenas cuida dos netos, ou sempre estão precisando de cuidados médicos, de acompanhantes, ou mesmo remédios. E que ainda reforçam a ideia de que não são mais capazes de aprender, será mesmo?

Será que suas limitações não podem ser superadas com metodologias voltadas para esse público?

Será que a própria tecnologia não dispõe de recursos que ajudam a superar certas dificuldades, mas que não são mostrados ou ensinados com frequência?

Se uma programação repetitiva pode ser constantemente mostrada, por que não uma programação que ensine e capacite com a mesma frequência que um jogo de futebol ou um Big Brother?

Será que não podemos mudar um pouco a programação, ou acrescentando explicações mais detalhadas de certos assuntos?

Será que essa visão estereotipada não pode acabar ou mudar?

A longevidade, apesar dos problemas e dificuldades, está aumentando cada vez mais. Será que todos têm que parar de trabalhar aos 60 anos?  E se vivermos até os 100 anos, o que vamos fazer? será que a previdência aguenta? será que vamos viajar todos os dias? será que vamos jogar baralho e cuidar dos netos todos os dias?

Será que não podemos aprender tecnologias novas e começar a trabalhar com recursos digitais que não desgastam fisicamente?

Será que não poderemos continuar a aprender coisas novas depois dos 60 anos?

Por que não mostrar para essas pessoas, que elas podem fazer muito mais do que pensam que podem?

Será que é só atenção que está faltando?

 

Jornal O Globo, 13 de maio de 2018.

ClientesIdososFimdosPreconceitos

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.